Novo estudo revela que a poluição do ar pode causar danos ao cérebro

01/11/2023 às 10:31 | Atualizado há 6 meses
poluicao ar

Um novo estudo publicado na revista “Nature” revela que a poluição do ar pode causar danos ao cérebro. O estudo, realizado por pesquisadores da Universidade de Birmingham, no Reino Unido, mostrou que a poluição do ar pode levar à morte de células cerebrais e ao aumento do risco de doenças neurodegenerativas.

Como a poluição do ar prejudica o cérebro

A poluição do ar pode prejudicar o cérebro de várias maneiras. Em primeiro lugar, ela pode causar inflamação no cérebro. A inflamação pode levar à morte de células cerebrais e ao comprometimento das funções cognitivas.

Em segundo lugar, a poluição do ar pode danificar as mitocôndrias, que são as “usinas” das células. As mitocôndrias são responsáveis por fornecer energia para as células, incluindo as células cerebrais. Quando as mitocôndrias são danificadas, as células cerebrais não podem funcionar adequadamente.

Em terceiro lugar, a poluição do ar pode alterar a expressão de genes no cérebro. A expressão de genes é o processo pelo qual os genes são ativados ou desativados. Quando a expressão de genes é alterada, pode levar a mudanças nas funções cerebrais.

O estudo da Universidade de Birmingham analisou dados de mais de 100.000 pessoas. Os pesquisadores descobriram que as pessoas que viviam em áreas com altos níveis de poluição do ar tinham um risco maior de morte de células cerebrais e de desenvolver doenças neurodegenerativas, como demência e Alzheimer.

PUBLICIDADE

Impacto do estudo

O estudo da Universidade de Birmingham é um alerta sobre os perigos da poluição do ar para a saúde do cérebro. Os resultados do estudo sugerem que a poluição do ar pode ser um fator de risco para uma série de doenças neurodegenerativas.

Aqui estão alguns detalhes adicionais sobre o estudo da Universidade de Birmingham:

  • Os pesquisadores analisaram dados de pessoas que viviam em 11 cidades do Reino Unido.
  • Os pesquisadores mediram os níveis de poluição do ar nas cidades usando dados de estações de monitoramento.
  • Os pesquisadores acompanharam as pessoas por um período de 10 anos.

O estudo da Universidade de Birmingham é um importante alerta sobre os perigos da poluição do ar para a saúde do cérebro. Os resultados do estudo sugerem que a poluição do ar pode ser um fator de risco para uma série de doenças neurodegenerativas.

Recomendações

Com base nos resultados do estudo, os pesquisadores recomendam que as pessoas tomem medidas para reduzir a exposição à poluição do ar. Essas medidas incluem:

  • Evitar atividades ao ar livre em dias com altos níveis de poluição do ar.
  • Usar máscaras faciais para proteger o sistema respiratório da poluição do ar.
  • Viver em áreas com baixos níveis de poluição do ar.

Impacto potencial

Os resultados do estudo da Universidade de Birmingham podem levar a mudanças nas políticas públicas para reduzir a poluição do ar. As autoridades públicas podem tomar medidas para melhorar a qualidade do ar, como investir em transporte público e energia limpa.

PUBLICIDADE
"Eletrônico" por formação e jornalista por paixão, após 13 anos escrevendo no portal Tekimobile.com, criou em 2022 o JornalBits com o objetivo de mostrar que tecnologia e ciência não é um bicho de sete cabeças.
Tekimobile Midia LTDA - Todos os direitos reservados