Robô CyberOne da Xiaomi mostra o propósito do Optimus da Tesla

Xiaomi é honesta em dizer que seu robô não tem utilidade e é focado em marketing e P&D, já a Tesla..
16/08/2022 às 11:17 | Atualizado há 2 anos

A chinesa Xiaomi revelou um protótipo de robô bípede: o CyberOne de aparência humanóide. O bot foi revelado na semana passada e, a julgar por uma breve demonstração, pode fazer pouco mais do que atravessar um palco.

No entanto, o CyberOne nos mostra o estado atual do desenvolvimento de robôs para uma empresa não especializada como a Xiaomi e oferece um contexto valioso sobre o que podemos esperar de um robô bípede de aparência bastante semelhante: o tão badalado robô Optimus da Tesla, que deve ser revelado como um protótipo ainda este ano em 30 de setembro.

Imagem do robô Cyberone da Xiaomi
Cyberone da Xiaomi (Imagem/reprodução: Xiaomi)

De acordo com as especificações oficiais da Xiaomi, o CyberOne pesa 52kg e tem 177cm de altura. Ele tem uma velocidade máxima de 3,6 km/h e vem com um par de mãos semelhantes a luvas que podem abrir e fechar, mas parecem incapazes de movimentos mais hábeis.

O bot tem algum tipo de sistema de visão de máquina para navegação que pode fazer detecção de profundidade a distâncias de até oito metros, e a Xiaomi afirma que também pode “perceber” a emoção humana, presumivelmente usando algum tipo de sistema de IA para analisar expressões faciais.

Aqui está um vídeo divertido de CyberOne andando e caindo muito. Vale ressaltar que nunca vemos o CyberOne se recuperando (porque absolutamente não pode).

PUBLICIDADE

No que diz respeito à robótica de ponta, o CyberOne é um pacote admiravelmente elegante que não oferece recursos particularmente surpreendentes. Em termos de mobilidade é superado por criações bípedes da Boston Dynamics, e em termos de percepção e processamento suas características não são tão notáveis. Então, por que construí-lo?

Bem, lá na Espectro IEEE, o repórter de robôs Evan Ackerman astutamente aponta que a Xiaomi está realmente sendo bastante direta sobre o propósito da CyberOne. Em um comunicado de imprensa a empresa descreve o CyberOne como um “símbolo da dedicação da Xiaomi em incubar um ecossistema tecnológico” e diz que o trabalho no bot vai “dar à luz para mais cenários de aplicação em outros campos” (ênfase minha). Em outras palavras: o CyberOne é uma ferramenta de marketing e uma plataforma para esforços mais amplos de P&D e a Xiaomi não promete construir um mordomo robô tão cedo.

Mas já o Optimus da Tesla…

Robô Optimus da Tesla parece uma versão melhorada da Xiaomi
Robô Optimus da Tesla parece uma versão melhorada da Xiaomi. (Imagem/reprodução: Tesla)

Mas, como um mordomo tocando a campainha do jantar, essas palavras devem chamar a atenção para o outro robô nesta análise: o Optimus de Tesla.

Em comparação com a Xiaomi, o fundador da Tesla, Elon Musk prometeu construir um mordomo robô. Musk disse que a máquina seria capaz de seguir comandos humanos complexos como “por favor, vá a uma loja e me dê os seguintes mantimentos”. Ele repetiu tais reivindicações descrevendo recentemente o Tesla Optimus como um “robô humanóide de uso geral” que “substituirá as pessoas em tarefas repetitivas, chatas e perigosas”.

Como é habitual para o CEO da Tesla, Musk confunde cronogramas e confunde a distinção entre possível tecnologia futura e recursos atuais para dar liberdade à imaginação dos ouvintes. Mas vamos ser claros: a Tesla não irá vender um robô de “uso geral” tão cedo.

PUBLICIDADE

Promessas como essa estão muito além do que a tecnologia de ponta pode fazer. Os robôs podem realizar trabalho básico, sim, mas em cenários restritos e especializados, como robôs industriais em fábricas e aspiradores de pó robóticos. Quando se trata de construir um bot de uso geral, o CyberOne da Xiaomi fornece uma imagem muito mais realista do que esperar.

Eu acredito que a Tesla construirá e revelará um protótipo de bot humanoide. Como o CyberOne da Xiaomi, ele será capaz de andar e falar em demonstrações pré-organizadas e pode exibir alguns movimentos de mão mais avançados ou recursos de levantamento (como, por exemplo, o bot Digit da Agility Robotics, que é bípede e pode levantar até 18 quilos).

Mas certamente não estará comprando seus mantimentos tão cedo. Como mostra o CyberOne, é divertido e produtivo construir um robô para fins de marketing e pesquisa. Mas eu só gostaria que Elon Musk fosse tão honesto quanto a Xiaomi sobre o que realmente esperar dessa tecnologia.

"Eletrônico" por formação e jornalista por paixão, após 13 anos escrevendo no portal Tekimobile.com, criou em 2022 o JornalBits com o objetivo de mostrar que tecnologia e ciência não é um bicho de sete cabeças.
Tekimobile Midia LTDA - Todos os direitos reservados