O que é Aprendizado de Máquina e como ele está transformando o mundo real

Descubra como o aprendizado de máquina está revolucionando setores como saúde, indústria automotiva e varejo, proporcionando inovação e eficiência. Entenda a diferença entre aprendizado de máquina e inteligência artificial.
22/12/2023 às 22:34 | Atualizado há 2 meses
20231223 machine learning destaque

A inteligência artificial e o aprendizado de máquina (Machine Learning) estão revolucionando a forma como as empresas operam e como as pessoas interagem com a tecnologia. Essas duas áreas estão intimamente relacionadas, mas é importante entender as diferenças entre elas. Neste artigo, vamos explorar o que é aprendizado de máquina, como ele é aplicado na vida real e como difere da inteligência artificial.

O que é Aprendizado de Máquina?

O aprendizado de máquina é um subcampo da inteligência artificial que permite que os computadores aprendam e melhorem a partir de dados e experiências anteriores. Ao invés de serem programadas explicitamente para realizar tarefas específicas, as máquinas aprendem por meio de algoritmos e análise de grandes quantidades de dados.

O objetivo do aprendizado de máquina é treinar um modelo que possa reconhecer padrões nos dados e tomar decisões informadas com base nessas informações. Quanto mais dados são utilizados para treinar o modelo, mais preciso ele se torna. Não se pode confundir com a Inteligência Artificial Generativa, essa embora também use dados da internet para “se alimentar”, ela é feita para criar sozinha e não para tomar decisões.

Por outro lado, podemos dizer que o Aprendizado de Máquina tem bastante semelhanças com a Inteligência Artificial Discriminativa.

Existem três tipos principais de aprendizado de máquina:

PUBLICIDADE
  1. Aprendizado Supervisionado: Nesse tipo de aprendizado, o modelo é treinado com dados rotulados, ou seja, dados que já possuem uma resposta correta. O modelo aprende a fazer previsões ou tomar decisões com base nesses dados rotulados. Por exemplo, um modelo de aprendizado de máquina pode ser treinado para reconhecer imagens de gatos e cachorros a partir de um conjunto de imagens previamente classificadas.
  2. Aprendizado Não Supervisionado: No aprendizado não supervisionado, o modelo é treinado com dados não rotulados, permitindo que ele encontre padrões e estruturas nos dados por conta própria. Esse tipo de aprendizado é usado quando não temos um conjunto de dados rotulados disponíveis. Por exemplo, em um conjunto de dados de clientes de uma empresa, o aprendizado não supervisionado pode ser usado para identificar grupos de clientes com características semelhantes.
  3. Aprendizado por Reforço: Nesse tipo de aprendizado, um agente aprende a tomar decisões em um ambiente para maximizar uma recompensa. O agente realiza ações e recebe feedback do ambiente, permitindo que ele aprenda a tomar as melhores decisões em diferentes situações. Esse tipo de aprendizado é frequentemente usado em jogos, onde o agente aprende a jogar melhor conforme interage com o ambiente.

Aplicações do Aprendizado de Máquina na Vida Real

O aprendizado de máquina está sendo aplicado em uma ampla variedade de setores e está transformando a forma como as empresas operam e como os consumidores interagem com a tecnologia. Aqui estão algumas das principais aplicações do aprendizado de máquina na vida real:

Setor de Saúde

20231219 ia e saude

PUBLICIDADE - ADSTERRA

Na área da saúde, o aprendizado de máquina está sendo usado para ajudar no diagnóstico de doenças, interpretar exames médicos, prever o risco de doenças e identificar tratamentos eficazes. Por exemplo, algoritmos de aprendizado de máquina podem ser treinados para analisar imagens médicas, como tomografias e ressonâncias magnéticas, e identificar possíveis anomalias. Isso pode ajudar os médicos a tomar decisões mais informadas e melhorar o tratamento dos pacientes.

Indústria Automotiva

No setor automotivo, o aprendizado de máquina está impulsionando o desenvolvimento de veículos autônomos. Os algoritmos de aprendizado de máquina permitem que os carros “aprendam” a reconhecer sinais de trânsito, identificar obstáculos e tomar decisões de direção com base nas condições da estrada. Essa tecnologia tem o potencial de tornar o transporte mais seguro e eficiente e revolucionar a indústria automotiva.

Varejo e Comércio Eletrônico

20231219 inteligencia artificial no dia a dia

No varejo e no comércio eletrônico, o aprendizado de máquina é usado para melhorar a experiência do cliente, personalizar recomendações de produtos e otimizar a cadeia de suprimentos. Os algoritmos de aprendizado de máquina analisam dados de compra, histórico de navegação e preferências do cliente para oferecer recomendações personalizadas de produtos. Isso ajuda as empresas a aumentar as vendas, melhorar a satisfação do cliente e otimizar o estoque de produtos.

Setor Financeiro

No setor financeiro, o aprendizado de máquina é usado para detectar fraudes, fazer previsões econômicas e melhorar a análise de risco. Por exemplo, algoritmos de aprendizado de máquina podem analisar padrões de gastos de um cliente e identificar transações suspeitas que possam indicar fraude. Isso permite que as instituições financeiras tomem medidas rápidas para proteger seus clientes e reduzir perdas.

Assistência ao Cliente

O aprendizado de máquina também está sendo usado para melhorar a assistência ao cliente em diversos setores. Os chatbots alimentados por aprendizado de máquina podem fornecer suporte instantâneo aos clientes, responder a perguntas comuns e resolver problemas básicos. Isso melhora a eficiência do atendimento ao cliente e permite que as empresas ofereçam um serviço 24 horas por dia, 7 dias por semana.

A Diferença entre Aprendizado de Máquina e Inteligência Artificial

Embora os termos “aprendizado de máquina” e “inteligência artificial” sejam frequentemente usados de forma intercambiável, eles não são a mesma coisa. O aprendizado de máquina é uma subcategoria da inteligência artificial e se concentra em capacitar as máquinas a aprender e melhorar a partir dos dados, enquanto a inteligência artificial abrange um conjunto mais amplo de tecnologias que permitem que as máquinas realizem tarefas que normalmente requerem inteligência humana.

A inteligência artificial é o campo que busca criar sistemas de computadores capazes de realizar tarefas complexas de forma semelhante aos seres humanos. Isso inclui a capacidade de reconhecer fala e imagens, traduzir idiomas, tomar decisões e muito mais. A inteligência artificial pode ser vista como o objetivo final, enquanto o aprendizado de máquina é uma das ferramentas usadas para alcançar esse objetivo.

Em resumo, o aprendizado de máquina é uma parte essencial da inteligência artificial. É a tecnologia que permite que as máquinas aprendam e melhorem com a experiência. A inteligência artificial, por sua vez, é um campo mais amplo que engloba várias tecnologias e abordagens para criar sistemas inteligentes.

Conclusão

O aprendizado de máquina está transformando a forma como as empresas operam e como as pessoas interagem com a tecnologia. É uma subcategoria da inteligência artificial que permite que as máquinas aprendam e melhorem a partir dos dados. Essa tecnologia está sendo aplicada em diversos setores, como saúde, indústria automotiva, varejo e finanças, proporcionando benefícios como diagnósticos médicos mais precisos, veículos autônomos mais seguros e recomendações de produtos personalizadas.

Embora o aprendizado de máquina seja uma parte essencial da inteligência artificial, é importante entender a diferença entre esses dois conceitos. A inteligência artificial é um campo mais amplo que engloba várias tecnologias, enquanto o aprendizado de máquina é uma das ferramentas usadas para alcançar a inteligência artificial.

À medida que a tecnologia continua a evoluir, o aprendizado de máquina e a inteligência artificial continuarão a impulsionar a inovação em todos os setores. É importante que as empresas compreendam essas tecnologias e explorem como elas podem ser aplicadas para impulsionar o crescimento e a eficiência.

"Eletrônico" por formação e jornalista por paixão, após 13 anos escrevendo no portal Tekimobile.com, criou em 2022 o JornalBits com o objetivo de mostrar que tecnologia e ciência não é um bicho de sete cabeças.
Tekimobile Midia LTDA - Todos os direitos reservados